EM HONRA DA PADROEIRA, D’AQUELA QUE NOS ACOMPANHA A VIDA INTEIRA

Lamego prepara-se para celebrar — como tem feito há séculos — a sua Mãe e Padroeira, Aquela que nos acompanha a vida inteira. Nossa Senhora dos Remédios vai ser, uma vez mais, o centro das nossas atenções, fazendo dilatar a fé e disparar a emoção em nossos corações. É uma forma de Lhe tributar o nosso reconhecimento por quanto Ela tem feito por residentes e visitantes. Todos d’Ela se fazem peregrinos. Em Lamego é n’Ela que procuram conforto, é n’Ela que encontram aconchego. Até um não-crente como José Saramago, ao vir à nossa cidade, percebeu que as pessoas sobem o Escadório à procura «da promessa da salvação ou da esperança». São muitas as lágrimas que desfilam a montante, em corpos que correm numa cadência arfante, com o desejo de entrar na Casa de Mãe. É o que acontece todo o ano. É o que acontece — ainda mais intensamente — nesta época do ano. É, pois, muito meritório que multidões imensas queiram expressar a sua fé — e também a sua alegria — por terem Nossa Senhora dos Remédios por companhia. A excelentíssima Comissão de Festas dá corpo a esta necessidade de o povo expressar o seu contentamento na cidade que à Senhora presta reconhecimento. É por isso que — de uma forma mais celebrativa ou de um modo mais recreativo —, Lamego «explode» em festa. Desde o alto do monte até à baixa da cidade, há um comovente transbordamento de felicidade. Não há festas sobrepostas. As festas são únicas e são — todas elas — «em honra de Nossa Senhora dos Remédios». O que as festas têm são muitas expressões. São muitos os modos de a Senhora ser honrada pelas multidões. As festas preenchem todos os espaços e ocupam praticamente todas as horas. Começam, manhã cedo, com a Novena em louvor da Senhora de Lamego. Há peregrinações — em grupo ou pessoais — que dão à nossa terra um tom belo de mais. Há a Missa do dia 8 de Setembro e a Procissão de Triunfo, que é o corolário de um assombroso itinerário, que começa e termina no Santuário. E é tão sentido o convívio! São tão comoventes os reencontros nos espectáculos e nas diversas acções culturais, recreativas, desportivas! Uma vertente lúdica e uma sadia diversão têm sempre lugar numa peregrinação. Que — uma vez mais — a festa seja um momento de fé e união. E que a harmonia esteja sempre presente na nossa Romaria. A Mãe merece o melhor: os laços reforçados entre todos os Seus filhos. À volta da Senhora demos as mãos e procuremos viver sempre como irmãos! Santas, felizes e abençoadas Festas de Nossa Senhora dos Remédios!

PADRE JOÃO ANTÓNIO PINHEIRO TEIXEIRA

Reitor do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios
  • Centro Multiusos de Lamego, Loja 6 | 5100-096 LAMEGO
    Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  | www.aromariadeportugal.pt


Todos os Direitos Reservados © Comissão de Festas Nª Srª dos Remédios | 2019